1º Concurso de Desenho e Redação do OSPEL

De maio a dezembro deste ano, centenas de alunos de cinco escolas do município de Pelotas participaram do projeto ‘Ser Honesto é Legal’, que integra o trabalho de Educação Fiscal e Cidadania do Observatório Social de Pelotas (Ospel).

Publicado para | Destaque em 21 de dezembro de 2018 17:25

Para encerrar o ano, os estudantes das Escolas de Ensino Fundamental realizaram redações e desenhos alusivos à honestidade. Uma premiação, dia 7 de dezembro, no Auditório do SINCOTECPEL, que contou com a presença de 78 pessoas, gratificou com smartphones e tablets as melhores produções de cada uma das categorias.  Na oportunidade o OSPEL homenageou pessoas e entidades que fizeram a diferença nesses 5 anos de existência do OSPEL.

Ao todo, disputaram 305 desenhos (da autoria de alunos do 2º ao 5º ano) e 36 redações de estudantes do 6º ao 8º ano. Durante o ano, as crianças e adolescentes puderam compartilhar o conhecimento sobre a educação fiscal e a importância da sociedade acompanhar a aplicação dos recursos públicos. Além disso, possibilitou despertar nos jovens o interesse por temáticas como ética nos espaços escolares. As três melhores redações foram premiadas com celulares e os melhores desenhos, com tablets. 

Alguns dos participantes recebendo os certificados!


“É importante que, desde cedo, estas crianças possam trabalhar a questão da cidadania e a importância da honestidade no dia a dia, para que estes valores sejam interiorizados o quanto antes. A parceria com o Ospel reforçou o comprometimento com os deveres sociais enquanto cidadãos”

disse a supervisora de Ensino da Secretaria de Educação e Desporto de Pelotas, Graziela Ramalho.  

As crianças representaram através de figuras exemplos de honestidade que simbolizam uma boa conduta, como entregar ao dono uma carteira caída no chão ou respeitar a ordem correta da fila. Já nos textos, os alunos demonstram o desejo de viver em um mundo menos desonesto e corrupto, além de vislumbrarem um cenário melhor a partir de boas atitudes.

A produção de Evelyn, 11 anos, da Bibiano de Almeida, ressalta: “Ser honesto é procurar anteceder a verdade em seus próprios pensamentos, expressões e ações. É fazer a justiça, respeitar e valorizar”. O estudante Luis Gustavo, 14, exemplifica o que para ele é aplicar a honestidade: “São ações como seguir as regras de trânsito, ajudar o próximo, não mentir e nunca roubar”.

Mantenedores

Apoiadores

ObservatórioSocial de Pelotas (OSPEL)

Fundado em 10 de outubro de 2013 em Pelotas/RS, é uma associação composta por voluntários, que atua como organismo de apoio à comunidade estimulando a participação da sociedade civil organizada no processo de acompanhamento da gestão dos recursos públicos pela promoção de ações educativas e operacionais em favor dos direitos do cidadão e contra a corrupção.